São João do Araguaia 

Data de Emancipação: 29/12/196, Lei estadual nº 2460

Data de Instalação: 01/01/1962
Gentílico: são-joanense
População Estimada 2015*: 13,521 habitantes 
Área Territorial: 1.279,89 km² 
Densidade Demográfica: 10,48 hab/km² 
IDH**: 0,550

 

Localização 


Mesorregião: Sudeste Paraense
Microrregião: Marabá
Região de Integração:Carajás

 

Gestão Municipal 


Prefeito Municipal: João Neto Alves Martins
Vice-Prefeito Municipal: Francisco José Batista de Lima
Endereço da Prefeitura: Praça Inácio Moura, s/nº, Centro
CEP: 53900-000
Site Oficial: www.saojoaodoaraguaia.pa.gov.br

Histórico *

A origem histórica do município de São João do Araguaia, situado sudeste do estado do Pará, na zona fisiográfica do itacaiunas, data de 1779, quando o Governador Capitão-General José de Nápoles Tello de Meneses, determinou a fundação de um lugar que se localizasse à margem esquerda do rio Tocantins. O objetivo da iniciativa era facilitar a colonização da região.

Nas proximidades do local escolhido, que denominou-se São Bernardo da Pederneira, existia um mocambo chefiado por Maria Aranha, donde foi construída a povoação primitiva de São João do Araguaia. Esse fato ocorreu logo após a coexistência pacífica dos habitantes dos dois núcleos populacionais que, com isso, atraiu a sujeição do Governo.

Em 1870, foram fundados, também, na região, um novo povoado com o nome de Alcobaça e um pequeno fortim à beira do rio Tocantins, sob a inovação de Nossa Senhora de Nazaré.

Dez anos depois, seguindo a mesma idéia de colonizar o alto Tocantins, o Governador e Capitão-General Francisco de Souza Coutinho, organizou uma expedição mercantil comandada pelo Cabo Tomaz de Souza, para estabelecer comunicação com o Estado de Goiás. O êxito alcançado acarretou o surgimento de ouras expedições, incentivando assim, o intercâmbio comercial entre o Pará e Goiás. com isso, em 1797, o alferes Joaquim José Maximino para lá se dirigiu e, após, reconstruir o forte de Nossa Senhora de Nazaré, reuniu a população de Alcobaça e São Bernardo e fundou o registro de Itaboca, mais tarde transferido para a margem esquerda do Tocantins, entre o Seco do Bacabal e a Praia do Tição. Nessa ocasião passou a chamar-se São João do Araguaia, por ter-se à vista, o rio Araguaia.

A povoação definitiva desse registro, formou-se em 1850, quando após à criação de uma colônia militar na região, o tenente Constâncio Dias Martins, acompanhado de uma parte das praças e famílias da Colônia Santa Teresa e do Frei Manoel Procópio do Coração de Maria, mudou-se para São João do Araguaia.

Em 1901, a localidade adquiriu categoria de povoado, e, em 1908, foi elevada a Vila e Município. Entretanto, em 1922, veio a ser anexado ao município de Marabá, por ocasião de sua extinção. Essa situação perdurou até 1961 quando através da Lei nº 000/00 foi emancipado sendo entretanto efetivamente instalado o município apenas em 1962, quando dali desanexou-se para emancipar-se política e administrativamente, em definitivo.

* Fonte: IBGE.
** Fonte: Atlas Brasil 2013 PNUD.

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon

BELÉM

 

End.: Av. Conselheiro Furtado, 1440. Bairro Batista Campos.

CEP: 66.035-350 – Belém / PA

Fone: (91) 4006-2350 / (91) 4006-2351

Email: amatcarajas@amatcarajas.org.br

MARABÁ

 

End.: Av. VP8 – Folha 26 – Quadra 14 – Lote 01 - Edifício Amazon Center Sala 605/606 – 6º andar.

CEP: 68.504-120 – Nova Marabá

Fone: (94) 3322-1957

Email: maraba@amatcarajas.org.br

BRASÍLIA

 

End.: Setor Rádio TV Sul

Edifício: Centro Empresarial Brasília
Bloco B, Sala 425
CEP: 70.340-907 / Brasília - DF
Fones: (61) 3225-0461/ (61) 3226-1121
E-mail: brasilia@amatcarajas.org.br

Desenvolvido por Levant Consultoria de Marketing

www.levantmkt.com